ÁFRICA DO SUL

CAPE TOWN
EMIRADOS ÁRABES

DUBAI
ESPANHA

MADRID
MALTA

MALTA

© Copyright 2020 – Vital Intercâmbios – Todos os direitos reservados

Compre pelo telefone (11) 97391 9322
ESCRITÓRIOS
DICAS & NOVIDADES

BLOG VITAL

Apoio canadense em época de pandemia

Estudo e Trabalho / Por Jana Santos

Publicado em 1 de Abril de 2020

Tags: Canadá Coronavírus Covid-19 Estudo Imposto Intercâmbio Notícias Qualidade de vida Trabalho Visto

Nem só de Irlanda vive esse blog, não é mesmo? Então, hoje vamos falar sobre a situação do coronavírus lá na terra do Mapple Tress, um dos destinos preferidos dos brasileiros!

O Canadá é um país multicultural e que incentiva a ida de imigrantes para estudar e trabalhar por meio de diversos processos legais. Além de oferecer segurança e qualidade de vida, possui um sistema de educação que é referência no mundo todo, mas também se viu obrigado a “fechar as portas” em tempos de coronavírus.

“Se você decidir sair de casa, você coloca os outros, sua família e você mesmo em risco, fique em casa”, foram as palavras do atual primeiro Ministro Justin Trudeau, em seu último pronunciamento com orientações para a população, diretamente da frente de sua casa onde permanece em isolamento, desde que sua mulher foi diagnosticada com o novo Covid-19.

O Canadá possui um governo que está apoiando significativamente seu povo durante a pandemia, e por isso, anunciou também um pacote de US$ 107 CAD bilhões que será destinado para famílias e empresas do país. A medida é uma forma de auxiliar a população, que terá em média $2.000,00 CAD por mês durante 4 meses, e a partir do próximo dia 6 de abril, os profissionais autônomos poderão aplicar também para um benefício específico e receberão retroativo.

O ministro das Finanças, Bill Morneau, também disse a repórteres que o valor do benefício infantil canadense será de $ 300 CAD por criança, e o governo da Província de British Columbia anunciou que irá abater $ 500 CAD do aluguel das pessoas que perderam emprego ou tiveram diminuição de renda.

Além disso, Trudeau informou que o governo injetará US$ 37,6 bilhões na economia, por meio do adiamento de impostos. As medidas são formas de dar mais liquidez para as empresas e garantir os empregos mesmo durante o período de quarentena para evitar a propagação do coronavírus, que até o momento chega a 3.385 casos confirmados no país.

Apenas cidadãos, residentes permanentes e estudantes com visto vigente ou aprovado antes do dia 18 de março de 2020 estão autorizados a entrar no Canadá, que desde ontem tornou o auto-isolamento obrigatório para quem desembarcou por agora, a menos que trabalhe em serviços essenciais. Atualmente apenas quatro aeroportos operam voos internacionais e os domésticos seguem até o momento normalmente.

Muitos estudantes que estavam programando a ida para o país no mês de maio, devido aos intakes de alguns Colleges, precisaram adiar para julho diante a paralisação dos processos de vistos, o fechamento das Instituições de ensino e agora aguardam ansiosamente pelas próximas orientações.

Embora todo o cenário seja de incertezas, a onda que se vê é de otimismo de que logo tudo irá passar e os sonhos de viver no exterior possam se tornar realidade, por enquanto, não se esqueçam da importância de permanecer em casa, estejam no Brasil ou no Canadá, as próximas semanas são vitais para o mundo todo.


COMENTÁRIOS

User avatar