ÁFRICA DO SUL

CAPE TOWN
EMIRADOS ÁRABES

DUBAI
ESPANHA

MADRID
MALTA

MALTA

© Copyright 2020 – Vital Intercâmbios – Todos os direitos reservados

Compre pelo telefone (11) 97391 9322
ESCRITÓRIOS
DICAS & NOVIDADES

BLOG VITAL

Como será voar novamente pós Covid-19

Vida no Intercâmbio / Por Juliana Vital

Publicado em 30 de Abril de 2020

Tags: Aeroportos Coronavírus Covid-19 Crise Dicas Orçamento

Neste momento, a grande maioria de nós não possuem a permissão para sair das nossas casas por um raio maior do que 2 quilômetros, quanto mais pegar um avião e sair do país para realizar aquela viagem de negócios, ou talvez as férias tão sonhada e principalmente aquele intercâmbio que foi programado por anos.

Nosso direito de ir e vir foi drasticamente reduzido, e neste momento ainda estamos tentando prever quando os voos serão retomados e as cias aéreas começarão a operar normalmente.

Quando as proibições internacionais de viagens começarem a ser suspensas, teremos vários fatores para serem considerados antes de planejarmos uma viagem nacional ou internacional, como; que tipo de férias vamos escolher, quais serão os destinos mais seguros e principalmente como será realizada está viagem?

Certamente, de início já estima-se que haverá um grau de cautela exponecial até que tenhamos vacinas e testes rápidos confiáveis que deverão ser implementados no nosso kit de viagem.





Voo de repatriação SP X Dublin 31/03/2020 Air France Jú Vital - CEO Vital Intercâmbios



Hoje, pouquíssimas pessoas estão conseguindo voar. Aquelas que possuem a permissão e não tiveram seus voos cancelados só viajam em caráter exclusivo de repatriação para o seu país de residência ou por motivos de trabalho nas áreas essenciais - ninguém viaja por motivos de ferias ou intercâmbio. Já há indicadores de como será o novo normal das cias aéreas, as Cias Emirates e Delta já adotaram novas medidas para aumentar o cuidado com a saúde e a segurança dos passageiros e de seus colaboradores durante o voo como: bloquear os assentos do meio dos aviões, assim ajuda na redução do número de passageiros, automatizar ao máximo tudo que se diz respeito ao check-in, máquinas com leitura eletrônica dos bilhetes no celular, distância nas filas durante o embarque e a pulverização eletrostática - ou 'nebulização' - para matar todos os germes e vírus da aeronave. Está técnica já é utilizada por muitas cias aéreas mas agora será prioritária.

Uma possível mudança também será viajar com bagagem de cabine, está pratica poderá ser proibida - com exceção de um laptop, bolsa, maleta ou itens de bebê - para manter o interior da aeronave o mais higiênico possível.

Viajar de máscaras e luvas também poderão ser essencial nos próximos meses, ou até mesmo anos. A Emirates por exemplo já exige está prática para todos os voo saindo ou chegando em Dubai. Estações de higienização das mãos serão instaladas em todos os espaços públicos dos aeroportos e até mesmo dentro das aeronaves.

Os aeroportos já estão automatizando muitos processos como, catracas eletrônicas para leitura de bilhetes e controle de passaportes, e poderá haver muito mais automação - desde check-ins automáticos das malas, o que já acontece para impressão das etiquetas em muitos aeroportos internacionais e despacho de malas. Será possível também encontrarmos robôs realizando a limpeza dos aeroportos, painéis de assistência em vez de balcão de informação. Ou seja cada vez mais vamos ver a inteligência artificial realizando o trabalho que até então vem sendo realizado por humanos.

Qual será o futuro destes colaboradores que terão seus postos de trabalho substituídos pela Inteligência artificial?




Com certeza os aeroportos voltarão diferentes e viajar será um pouco intimidador no início. Todas as pessoas estarão em alerta máximo. Porém depois de meses de confinamento e ansiedade para voltar ao mundo e sermos livres, também será uma sensação libertadora de poder viajar novamente. Os grandes desafios serão muitos como além dos aeroportos ainda estarão por vir: pegar um simples taxis, Uber e transporte público após passar horas em um voo internacional.

Outra dúvida será referente a quarentena, como os países irão se comportar referente ao isolamento por 14 dias? Turistas ou intercambistas que chegarem em qualquer país e terem que ficar em Quarentena, não poderão ir ao mercado? Os hotéis adotarão medidas especiais para receber seus clientes? Estamos todos ansiosos para saber como tudo irá funcionar!

Durante a viagem de avião nos próximos meses muitas coisas mudarão! Para que todos viagem com segurança poderemos encontrar assentos pré-alocados com lacunas criadas entre indivíduos e grupos. Tripulantes de cabine deverão usar equipamentos de proteção individual (EPI).

Mas também haverá novidades que nos deixarão mais “livres” já que os voos não estarão mais lotados e os passageiros das classes econômicos se sentirão um pouco como VIPs, com mais espaço e aquela poltroninha extra para se esticar.

A Grade dúvida que não quer calar é: Os voos ficarao mais caros?

De acordo com a materia do jornal The Guardian.ie há uma expectativa de que as tarifas dos bilhetes aéreos devam cair 35% até 2021 pois as empresas aéreas estarão desesperadas para vender, porém algumas infelizmente não irão conseguir se manter, fazendo assim que as opçōes de empresas sejam reduzidas e com isso os valores dos bilhetes irão subir devido a concorrência ser muito menor.

Link da matéria

https://www.theguardian.com/business/2020/apr/16/small-planes-and-no-business-class-will-flying-ever-be-the-same-again-covid-19


COMENTÁRIOS

User avatar