ÁFRICA DO SUL

CAPE TOWN
ALEMANHA

BERLIM
EMIRADOS ÁRABES

DUBAI
ESPANHA

MADRID
MALTA

MALTA
INTERCÂMBIO

ENSINO SUPERIOR

© Copyright 2020 – Vital Intercâmbios – Todos os direitos reservados

Compre pelo telefone (11) 97391 9322
ESCRITÓRIOS
DICAS & NOVIDADES

BLOG VITAL

Como será voar novamente pós Covid-19

Vida no Intercâmbio / Por Juliana Vital

Publicado em 30 de Abril de 2020

Tags: Aeroportos Coronavírus Covid-19 Crise Dicas Orçamento

Neste momento, a grande maioria de nós não possui a permissão para sair das nossas casas por um raio maior do que 2 quilômetros. Quanto mais pegar um avião e sair do país para realizar aquela viagem de negócios ou talvez as férias tão sonhadas. Sem contar aquele intercâmbio que foi programado por anos.

Nosso direito de ir e vir foi drasticamente reduzido e neste momento ainda estamos tentando prever quando os voos serão retomados e as cias aéreas começarão a operar normalmente.



Planejamento das viagens


Quando as proibições internacionais de viagens começarem a ser suspensas, teremos vários fatores para serem considerados antes de planejarmos uma viagem nacional ou internacional. Desta forma, teremos que analisar o tipo de férias vamos escolher, quais serão os destinos mais seguros e principalmente como será realizada esta viagem.

Certamente, de início estima-se que haverá um grau de cautela exponencial até que tenhamos vacinas e testes rápidos confiáveis que deverão ser implementados no nosso kit de viagem.





Voo de repatriação SP X Dublin 31/03/2020 Air France Jú Vital - CEO Vital Intercâmbios



Portanto, pouquíssimas pessoas estão conseguindo voar hoje em dia. Aquelas que possuem a permissão e não tiveram seus voos cancelados só viajam em caráter exclusivo de repatriação para o seu país de residência ou por motivos de trabalho nas áreas essenciais. Ou seja, ninguém viaja por motivos de férias ou intercâmbio.



Cias aéreas


No entanto, já há indicadores de como será o novo normal das cias aéreas. As Cias Emirates e Delta já adotaram novas medidas para aumentar o cuidado com a saúde e a segurança dos passageiros e de seus colaboradores durante o voo. São atitudes como bloquear os assentos do meio dos aviões, assim ajuda na redução do número de passageiros, automatizar ao máximo tudo que se diz respeito ao check-in. Além disso, incluíram máquinas com leitura eletrônica dos bilhetes no celular, distância nas filas durante o embarque e a pulverização eletrostática - ou 'nebulização', para matar todos os germes e vírus da aeronave. Está técnica já é utilizada por muitas cias aéreas, mas agora será prioritária.

Uma possível mudança também será viajar com bagagem de cabine, está pratica poderá ser proibida - com exceção de um laptop, bolsa, maleta ou itens de bebê - para manter o interior da aeronave o mais higiênico possível.

Viajar de máscaras e luvas também poderão ser essenciais nos próximos meses, ou até mesmo anos. A Emirates por exemplo já exige está prática para todos os voos saindo ou chegando em Dubai. Estações de higienização das mãos serão instaladas em todos os espaços públicos dos aeroportos e até mesmo dentro das aeronaves.



Aeroportos


Os aeroportos já estão automatizando muitos processos como, catracas eletrônicas para leitura de bilhetes e controle de passaportes, e poderá haver muito mais automação - desde check-ins automáticos das malas, o que já acontece para impressão das etiquetas em muitos aeroportos internacionais e despacho de malas. Sendo assim, será possível também encontrarmos robôs realizando a limpeza dos aeroportos, painéis de assistência em vez de balcão de informação. Ou seja, cada vez mais vamos ver a inteligência artificial realizando o trabalho que até então vem sendo realizado por humanos.

Qual será o futuro destes colaboradores que terão seus postos de trabalho substituídos pela Inteligência artificial?




De fato, os aeroportos voltarão diferentes e viajar será um pouco intimidador no início. Todas as pessoas estarão em alerta máximo. Porém, depois de meses de confinamento e ansiedade para voltar ao mundo e sermos livres, também será uma sensação libertadora de poder viajar novamente. Os grandes desafios serão muitos como além dos aeroportos ainda estão por vir: pegar um simples taxi, Uber e transporte público após passar horas em um voo internacional.



Isolamento


Outra dúvida será referente a quarentena, como os países irão se comportar referente ao isolamento por 14 dias? Turistas ou intercambistas que chegarem em qualquer país e terem que ficar em Quarentena, não poderão ir ao mercado? Os hotéis adotarão medidas especiais para receber seus clientes? Estamos todos ansiosos para saber como tudo irá funcionar!

Durante a viagem de avião nos próximos meses muitas coisas mudarão! Para que todos viagem com segurança poderemos encontrar assentos pré-alocados com lacunas criadas entre indivíduos e grupos. Tripulantes de cabine deverão usar equipamentos de proteção individual (EPI).

Mas também haverá novidades que nos deixarão mais “livres” já que os voos não estarão mais lotados e os passageiros das classes econômicos se sentirão um pouco como VIPs, com mais espaço e aquela poltroninha extra para se esticar.

A grande dúvida que não quer calar é: Os voos ficarão mais caros?

De acordo com a matéria do jornal The Guardian.ie há uma expectativa de que as tarifas dos bilhetes aéreos devam cair 35% até 2021, pois as empresas aéreas estarão desesperadas para vender. No entanto,algumas infelizmente não irão conseguir se manter, fazendo assim que as opções de empresas sejam reduzidas e com isso os valores dos bilhetes irão subir devido à concorrência ser muito menor.

Link da matéria

https://www.theguardian.com/business/2020/apr/16/small-planes-and-no-business-class-will-flying-ever-be-the-same-again-covid-19


COMENTÁRIOS

User avatar